Leia “Boas festas”, por Allan Almeida, na coluna Arquibancada Celeste

Início » Colunas » Arquibancada Celeste » Leia “Boas festas”, por Allan Almeida, na coluna Arquibancada Celeste
Por JornalVozAtiva.com Publicado em 08/12/2017, 13:04 - Atualizado em 08/12/2017, 13:04
Fechamos o ano como pentacampeões da Copa do Brasil. Mesmo com o título, não antecipamos as férias do Campeonato Brasileiro e, dessa forma, o encerramos em uma posição digna – 5º lugar, o que rendeu pouco mais de R$4 milhões aos nossos cofres. Encerramos, neste ano, o ciclo vitorioso do presidente Gilvan de Pinho Tavares. Um gestor que  dividiu opiniões, inclusive a minha, nos seis anos em que esteve à frente do maior de Minas. Prometo falar mais sobre ele em minha próxima coluna.

Mas o que aprendemos com esse ano? Que não devemos jogar a toalha na primeira derrota. O Cruzeiro fechou a temporada de 2016 com o alívio de ter fugido do rebaixamento no Brasileirão, sem nenhum título. No primeiro semestre deste ano, perdeu o Campeonato Mineiro para o maior rival e foi eliminado precocemente da Copa Sulamericana, em casa. Começou o Brasileirão entre altos e baixos, chegando a flertar com a zona de rebaixamento.

Mesmo assim, a diretoria manteve-se fechada com trabalho de sua comissão técnica e dos jogadores que tinha em mãos. Reforçou onde precisou, e claro, teve que lidar com os desfalques ao longo da temporada. Mas ainda assim, prezou pela continuidade, pela estabilidade no trabalho.

O resultado disso foi  a conquista de um título engasgado na garganta há 14 anos, a volta à Libertadores da América,  à parte de cima do Campeonato Brasileiro e ao topo do ranking da CBF, este último ao lado do Palmeiras, com 15.288 pontos.

Essa continuidade foi prezada para a temporada 2018, com a renovação do contrato do técnico Mano Menezes e de sua comissão. Agora, ao lado da nova diretoria, que assume dia 02 de janeiro, trabalha para a construção de um elenco forte, visto os desafios previstos para o novo ano.

Que juntos, treinador e diretoria consigam encomendar ao Papai Noel, pelo menos um atacante artilheiro, e um lateral direito para o elenco celeste. E dessa forma, tenhamos um 2018 ainda mais gordo e vitorioso.

Comentar com o facebook

Deixar Um Comentário

Leia “Boas festas”, por Allan Almeida, na coluna Arquibancada Celeste2017-12-08T13:04:09-03:00

Send this to a friend