“Azar de Campeão”, com Samuel Senra

Início » Colunas » Templo Alvinegro » “Azar de Campeão”, com Samuel Senra
Por JornalVozAtiva.com Publicado em 07/06/2017, 18:27 - Atualizado em 07/06/2017, 18:27
Samuel Senra é Graduando em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto Embarcamos em um jejum de vitórias, uma série de tropeços que começou a nos apertar os calos. Empates com Flamengo, Ponte Preta e Palmeiras, além de uma derrota dentro de casa para o Fluminense, deixou todo mundo em alerta vermelho. Essa sequência de resultados pouca atrativa a nós, Atleticanos apaixonados (redundância), tem preocupado até o mais otimista dos torcedores. Mas talvez, também, essa nebulosa não passe de uma típica abstinência de bons resultados, perfeitamente comum entre times recém campeões. Então espero que, passada a ressaca da conquista do Mineiro e do primeiro lugar geral na fase de grupos da Libertadores, apontemos, logo adiante, novamente rumo ao topo da América. Mas para isso, vale uma ressalva: com a zaga jogando do jeito que está ficamos comprometidos. Com Leonardo Silva em constante visita ao departamento médico e Felipe Santana simplesmente perdido na hora de fazer sua única função dentro de campo, que é a de marcar, Gabriel acumula serviço na zaga, tendo frequentemente que cumprir o papel de dois marcadores. Enquanto a defesa me dá calafrios, o ataque, aos poucos, vem fazendo o dever de casa nos jogos decisivos. Otero, em um golaço olímpico, que ajudou a garantir vaga nas quartas de final contra o Paraná, comprovou que realmente sabe o que fazer com a bola nos pés. Seria presunção da minha parte dizer que às vezes até me lembra Roberto Carlos e seus foguetes na seleção? Claro que foi uma comparação de Atleticano apaixonado e desmedido, mas vale tudo na hora de criar expectativas. Deixando as expectativas de lado, precisamos de total atenção e lucidez ao que esta por vir. Num jogo enjoado pela Copa do Brasil, vamos encarar o Botafogo. Todos sabemos que nessa altura do campeonato não terão jogos fáceis, muito menos times bobos. E no dia 14 de junho, finalmente, o Galo conhecerá o adversário das oitavas de final da Libertadores. Já o primeiro jogo contra o Botafogo, ocorrerá somente no dia 28 de junho. Até lá, o Galo tem tempo de sobra para poder fazer essa defesa funcionar. Para isso, testes não faltarão. Pela frente, ainda teremos todo um Campeonato Brasileiro de pontos corridos. Daqui a pouco o Galo pega o Avaí, às 19h30, no Independência. Vamos torcer de pés juntos para lá no final do ano sermos os azarados mais uma vez a levantar um dos canecos, e por que não todos de uma vez?

Comentar com o facebook

Deixar Um Comentário

“Azar de Campeão”, com Samuel Senra2017-06-07T18:27:35-03:00

Send this to a friend