“Crianças de ontem e de hoje”, por Antoniomar Lima

Home » “Crianças de ontem e de hoje”, por Antoniomar Lima
Por Antoniomar Lima Publicado em 13/10/2021, 10:05 - Atualizado em 13/10/2021, 10:06
Colunista Antoniomar Lima
Antoniomar Lima Já publicou dois livros de poesias pela UFOP. Crédito – Arquivo pessoal. Siga no Google News

Todo o lado puro e inocente da existência se concentra na infância. As crianças de ontem são os adultos de hoje e as de hoje serão os do amanhã... As primeiras já viveram dias inesquecíveis, dias que certamente estão guardados como ternas lembranças e, por isso, também se alegram na celebração dos dias das crianças.

Sempre quando comemoramos um dia especial como esse, vem na memória dívidas que não foram saldadas. E não é diferente esse dia no que tange às crianças.

Sabemos que nesse dia, infelizmente, muitas crianças não receberão presentes, mas muito mais do que presentes devemos dar-lhes o maior de todos os presentes que é o amor e o cuidado necessários para que possam crescer e se tornarem pessoas dignas, humanas. E, muitos pais têm faltado nesses cuidados com as nossas crianças, talvez, esqueceram – não sabemos por quais motivos! – que também foram crianças e foram alvos dos mesmos cuidados.

Por outro lado, outros pais estão cumprindo com denodo essa tarefa que lhes é dada pelos céus para cuidar dos pequenos que estão sob a sua tutela. Estes não esqueceram o amor que receberam de seus pais que, talvez, não estejam mais presentes, mas que lhes legaram o respeito ao ser humano a partir da infância.

No livro de Mateus 19:14, Jesus disse: “Deixai vir a mim as crianças e não as impeçais; pois o reino dos céus pertence aos que são semelhantes a elas”.

No dia das crianças, ou melhor, sempre quando estivermos com uma criança lembremo-nos desta passagem bíblica que, na verdade, não deixa de ser, ao mesmo tempo, uma advertência e um norte para quem recorda a criança que fora um dia.

Que as nossas crianças sejam amadas e se divirtam, não só nesse dia específico, mas na continuidade dos dias que vem pela frente...

Que as crianças de hoje herdem coisas boas e positivas, como numa preparação, até chegar a hora de passarem o bastão para a geração que lhes sucederão. Mas é bom, por ora, que elas não tenham essa consciência - assim como as crianças de ontem não tiveram – e desfrutem ao máximo essa fase adornada de sonhos, essa estação que é a mais bela da existência humana sobre a terra.

Laudate Dominum

"Coisas do Cotidiano"

Em "Coisas do Cotidiano", o escritor, poeta e graduando em Letras pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Antoniomar Lima, busca percorrer “esse espaço fronteiriço, entre a grandeza da história e a leveza atribuída à vida cotidiana”.

Deixar Um Comentário