Mariana-MG: Doações para atingidos das chuvas são parcialmente paralisadas2019-03-19T14:23:19+00:00

Mariana-MG: Doações para atingidos das chuvas são parcialmente paralisadas

A campanha foi iniciada após 18 famílias serem atingidas pelas chuvas do dia 10 de março.

Início » Noticias » Mariana-MG: Doações para atingidos das chuvas são parcialmente paralisadas
Por João Paulo Silva Publicado em 19/03/2019, 14:23 - Atualizado em 19/03/2019, 14:23

Foto-Cerca  de 18 famílias serem atingidas pelas chuvas do dia 10 de março
Crédito-João Paulo Teluca Silva

A Prefeitura de Mariana, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, informa que estão parcialmente paralisados os recebimentos de doações para as famílias do bairro São Cristóvão que foram afetadas pelas chuvas no início do mês. De acordo com o secretário da pasta, Juliano Barbosa, somente alguns itens, como móveis, serão recebidos a partir de hoje, 18 de março e que o levantamento está sendo realizado pela equipe técnica da secretaria.

A campanha foi iniciada após 18 famílias serem atingidas pelas chuvas do dia 10 de março. A Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania deu total suporte às demandas de vulnerabilidade e iniciou uma campanha de arrecadação de materiais para suprir as necessidades diretas das famílias. “Tivemos um lindo retorno da comunidade, que não medi esforços para ajudar nesse amparo”, afirma Juliano Barbosa. Ainda de acordo com o secretário, as demandas estão sendo paralisadas por não haver mais a necessidade das doações da maioria dos itens.

Colchões e roupas de cama, como cobertores, travesseiros e lençóis, foram imediatamente disponibilizados pela Prefeitura para cobrir a necessidade direta das famílias e os demais materiais e donativos foram recebidos durante toda a semana. “Sabemos da importância de um planejamento prévio e isso nos possibilitou o atendimento imediato às famílias. O que estava previsto no Plano Municipal de Emergências foi cumprido com sucesso”, pontua o secretário.

A equipe técnica realizou todo o levantamento de perdas, direcionada a móveis e eletrodomésticos, e vem se comunicando com associações, empresários e pessoas físicas para suprir as demandas. “Já conseguimos todos os outros materiais, como roupas, material de limpeza e produtos alimentícios. Agora estamos buscando o que falta, como alguns móveis. Tomamos essa decisão de paralisar por realmente não ser mais necessário o recebimento de alimentos e bens pessoais”, finaliza.

Assessoria de Comunicação/Prefeitura Municipal de Ouro Preto

Comentar com o facebook

Deixar Um Comentário

Send this to a friend