Covid-19 sem trégua: Minas fecha abril como mês mais letal da pandemia

Só no quarto mês do ano, a doença vitimou 9.367 pessoas, de acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG)

Início » Noticias » Covid-19 sem trégua: Minas fecha abril como mês mais letal da pandemia
Por João Paulo Silva Publicado em 03/05/2021, 15:53 - Atualizado em 03/05/2021, 16:22
Imagem ilustrativa. Crédito – Licença do Freepik/Grátis para uso pessoal e comercial com atribuição. Siga no Google News

O mês de abril chegou ao fim como o mais letal da pandemia em Minas Gerais. Só no quarto mês do ano, a doença vitimou 9.367 pessoas no estado, de acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). Uma alta progressiva, mês a mês, em relação ao número de óbitos, vem preocupando as autoridades de saúde. Em apenas 19 dias, abril já havia ultrapassado as mortes de março. Comparando os dois meses, o crescimento foi de 62,4%.

Ainda de acordo com a SES-MG, em janeiro, foram registradas 3.158 mortes. Já em fevereiro, 3.505 pessoas perderam a vida para a Covid-19. Em março, segundo pior mês da pandemia, a quantidade de pessoas vitimadas chegou a 5.767 mineiros. Com relação ao ano anterior, o pior mês em número de óbitos foi agosto, com 2.566 registros.

Na comparação entre os meses mais letais de cada ano, o aumento chega a 265%.

Boletim Epidemiológico em 03 de maio

O Boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais aponta que até esta segunda-feira (03), foram 1.371.818 casos confirmados. Estão em acompanhamento 75.955 casos e são 1.261.550 casos recuperados. Além disso, estão confirmados 34.313 óbitos.

Foto - Reprodução. Crédito - SES-MG.

Clique aqui e acesse o Boletim Epidemiológico.

Vacinas

Também no último sábado, o órgão governamental anunciou que um novo lote de vacinas contra a covid-19 chegou ao estado de Minas Gerais. Esta é a 16ª remessa de imunizantes enviados pelo Ministério da Saúde, com 30.400 de doses da Coronavac, para dar continuidade ao que o governo estadual chama de "maior operação de imunização da história de Minas Gerais".

A SES-MG informou também que "as vacinas serão destinadas à segunda dose de 3% dos trabalhadores da Saúde e 6,20% das Forças de Segurança, e também à aplicação da primeira dose em 7,4% das Forças de Segurança".

Ainda de acordo com a secretaria, os imunizantes já estão na Central Estadual da Rede de Frio e, de lá, serão enviadas às 28 Unidades Regionais de Saúde (URSs). "Posteriormente, os municípios, responsáveis pela execução da campanha de imunização, deverão buscar seu quantitativo de vacinas".


Comentar com o facebook

Deixar Um Comentário