46ª Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Ouro Preto-MG
Clique play e assista

Combate à pandemia de Covid-19 segue em pauta na Câmara Municipal de Ouro Preto-MG

Durante a 43ª Reunião Ordinária de 2021, realizada nesta quinta-feira (10), documentos foram aprovados em prol do enfrentamento ao vírus, fomentando o debate acerca da situação sanitária atual em diversas áreas.

Início » Noticias » Combate à pandemia de Covid-19 segue em pauta na Câmara Municipal de Ouro Preto-MG
Por JornalVozAtiva.com Publicado em 10/06/2021, 17:11 - Atualizado em 10/06/2021, 17:11
Foto – 43ª Reunião Ordinária de 2021. Crédito – Reprodução/CMOP. Siga no Google News

Durante a 43ª Reunião Ordinária de 2021, realizada nesta quinta-feira (10), o combate à pandemia do Covid-19 entrou em pauta novamente na Câmara Municipal. Diversos documentos foram aprovados em prol do enfrentamento ao vírus, fomentando o debate acerca da situação sanitária atual em diversas áreas. 

O Presidente da Câmara, Luiz Gonzaga do Morro (PL), acrescentou à  discussão, ressaltando a necessidade do Legislativo em instigar medidas de contenção à doença. “Não podemos diminuir os cuidados em relação ao vírus, o cenário de pandemia ainda não acabou. Muitas medidas ainda precisam ser tomadas para que possamos proteger a nossa população ouro-pretana”, disse.

A Representação Nº  213/2021, de autoria do vereador Matheus Pacheco (PV) e encaminhada ao IFMG, UFOP e escolas particulares de nosso município, possui o intuito de agendar uma reunião com a Secretaria Municipal  de Educação para troca de experiências, visando a melhora do trabalho remeto no setor educacional na rede pública municipal de ensino.

Segundo a justificativa do vereador autor, em face do ensino remoto ter sido adotado por conta da pandemia, faz-se necessário que sejam realizadas ações para que esta modalidade de ensino sofra alterações, visando melhores condições de aulas, tanto para os alunos, como para os professores da rede municipal.

A Representação Nº  218/2021, de autoria do vereador Renato Zoroastro (MDB), foi encaminhada às agências bancárias da Caixa e Itaú do município, tendo em vista as longas filas e aglomerações, tanto dentro das agências, como do lado de fora, ocasionando filas enormes, ocorridas, principalmente, durante os períodos de pagamentos de salários e benefícios.

De acordo com a justificativa do autor, sabendo da situação que se encontra o município no combate à covid-19, é importante garantir as medidas básicas de segurança, evitando o alto de risco de contaminação e disseminação do vírus, sendo necessário observar quais medidas estão sendo tomadas pelas agências para evitar tal situação, se é possível estender os horários de funcionamento das agências e se existem funcionários organizando as filas e distribuindo senhas antes do funcionamento.

O Requerimento Nº 266/2021, também de autoria do vereador Matheus Pacheco (PV) e encaminhado ao Prefeito Municipal e ao Secretário de Defesa Social, solicita informações sobre o planejamento da fiscalização responsável por averiguar a quebra de protocolos referentes ao combate da pandemia da COVID-19.

Conforme o parlamentar, é de conhecimento geral que, mesmo com a vacinação significativa de grupos de risco, a pandemia continua. Dessa forma, como a grande maioria das internações agora está se concentrando na população mais jovem, é necessário que o Poder Público promova medidas para fiscalizar as quebras de protocolo sanitário, de modo a efetivar a contenção do vírus.

Já o Requerimento Nº 272/2021, de autoria do vereador Naércio Ferreira (Republicanos), encaminhado ao Superintendente de Transporte e Trânsito ,solicita a fiscalização para retomada das linhas e horários suspensos pelo Consórcio Rota Real durante a pandemia da COVID-19, bem como esclarecimentos junto à empresa sobre a extinção da linha Ouro Preto x Amarantina x Ouro Preto e a criação da linha Cachoeira do Campo x Amarantina x Cachoeira do Campo.

Para o vereador, a OUROTRAN deve tomar as devidas providências quanto aos problemas expostos, sendo de extrema importância para os usuários a retomada e ampliação dos horários, pois uma das principais formas de contaminação da COVID-19  ocorre nos transportes públicos, e mesmo estando na Onda Roxa, diversos moradores ainda precisam fazer uso do transporte público diariamente para trabalhar e sustentar suas famílias.

Comentar com o facebook

Deixar Um Comentário