“Mais uma estreia com o pé direito”, na Coluna Arquibancada Celeste, com Allan Almeida

Início » Colunas » Arquibancada Celeste » “Mais uma estreia com o pé direito”, na Coluna Arquibancada Celeste, com Allan Almeida
Por JornalVozAtiva.com Publicado em 05/04/2017, 15:56 - Atualizado em 05/04/2017, 15:56
Salve nação cinco estrelas. Comemoramos mais uma vitória em campo do nosso Cruzeiro. Dessa fez pela Copa Sul-Americana. Foi uma vitória apertada e sofrida, mas buscada até o fim. 2 X 1 diante do Nacional do Paraguai. Adversário visto de fora como presa fácil, pela campanha medíocre que faz em seu campeonato nacional, mas casca grossa em campo.  Fomos surpreendidos com um gol logo de cara, mas o time celeste teve paciência e inteligência para reverter o resultado em campo. A torcida também está de parabéns. Após o gol do time paraguaio não se abateu. Pelo contrário, gritou, empurrou os atletas, dando a eles motivação para reverter o resultado. Podemos não ter conquistado o placar pensado antes da partida, que era golear, mas garantimos a vitória e a pequena vantagem para o confronto da volta. Destaco nessa partida a criatividade e o entrosamento dos meias Thiago Neves e Arrascaeta.  Já disse em textos anteriores que essa dupla tem que atuar junta. Contra o clássico já tinham demonstrado ótimo entrosamento, sendo eles os autores dos dois gols de sábado. O atacante Ramon Ábila também foi decisivo ao entrar em campo Mostrou força e garra na busca pelo gol. O ponto negativo da partida pela Sul-Americana foi o lateral Mayke. Em pelo menos três lances entregou a bola de bandeja para o adversário. Não foi seguro em sua atuação. Desperdiçou a oportunidade de mostrar serviço e reviver as ótimas exibições de 2013 e 2014. Com a vitória desta terça, o Cruzeiro completou 20 partidas sem perder. Apesar dessa invencibilidade, está visível que o ritmo de jogo tem caído nas últimas partidas. Porém, o time celeste tem sabido se reinventar em campo, se adequar ao ritmo do adversário e, principalmente, ter inteligência em campo. Quando o Nacional abriu o placar na noite de ontem, imaginei que os jogadores do Cruzeiro fossem ficar desestabilizados e abrir mais espaço para o adversário. Isso foi muito comum nas últimas duas temporadas. Ocorreu o oposto. O Cruzeiro mostrou força e inteligência para reverter o resultado.   Essa é a postura que esperamos que o time mantenha ao longo da temporada.

Comentar com o facebook

Deixar Um Comentário

“Mais uma estreia com o pé direito”, na Coluna Arquibancada Celeste, com Allan Almeida2017-04-05T15:56:42-03:00

Send this to a friend