Na Coluna Glorioso Coelhão, leia “Campanha do Mineiro abre esperanças para o Brasileirão”

Início » Colunas » Glorioso Coelhão » Na Coluna Glorioso Coelhão, leia “Campanha do Mineiro abre esperanças para o Brasileirão”
Por Tino Ansaloni Publicado em 10/05/2017, 17:41 - Atualizado em 10/05/2017, 17:41
Por Heitor Miranda – Estudante no IFMG campus Ouro Preto e Americano Roxo O América, após garantir a classificação às semifinais do Mineiro, enfrentou o Villa Nova no Independência, jogo válido pela última rodada da primeira fase. O Coelho começou com um time bem diferente, pois o técnico Enderson Moreira decidiu testar algumas peças. O jogo era morno, os dois times com suas posições praticamente definidas no campeonato e "relaxados". O Villa abriu o placar aos 9 minutos em uma bola aérea. O América segui buscando o gol do empate e aos 37 minutos empatou a partida com Matheusinho, que marcou o seu primeiro gol com profissional, após boa jogada de Gerson Magrão. Os times continuaram tentando marcar o gol da vitória, mas o placar terminou empatado e o América assegurou a terceira posição no campeonato. Uma semana depois do empate diante do time de Nova Lima, o Coelho enfrentou o Cruzeiro no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Mineiro. O jogo realizado na Arena Independência, domingo (16/4) às 16h, com grande apoio da torcida americana e presença dos americanos Inconfidentes, começou movimentado. Logo no começo da partida, o América teve a oportunidade de abrir o placar, com Renan Oliveira, após troca de passes no ataque o meia não aproveitou a chance. Depois, a equipe americana teve outra bela oportunidade com Gustavo Blanco, que chutou para boa defesa do goleiro Rafael. Depois da pressão e perda de chances de gol, o Coelhão finalmente abriu o placar aos 16 minutos do segundo tempo, com Messias, em uma jogada de escanteio. Relaxado com o gol feito, o time sofreu empate após jogada de Diogo Barbosa e finalização de Thiago Neves. Após sofrer o gol, o Coelho se jogou ao ataque em busca da vitória, mas parou no goleiro Rafael. Fim de jogo e empate em 1 a 1 no placar. No segundo jogo, o Cruzeiro possuía a vantagem do empate, devido a melhor colocação na primeira fase e o América teria de se jogar ao ataque, pois só a vitória interessava. A torcida não se intimidou com o estádio Mineirão com a maioria em torcedores adversários e cantava o tempo inteiro apoiando o time. O Coelho começou bem no jogo e logo no início, Renan Oliveira perdeu a chance de fazer um gol importantíssimo para a possível classificação. O goleiro já estava batido, mas a bola bateu na trave, e por pouco não entrou. E 4 minutos depois do lance, o Cruzeiro deu um duro golpe na equipe alviverde, após bola jogada de Diogo Barbosa, Arrascaeta apareceu livre dentro da área para abrir o placar. O América tinha a difícil missão de de virar o jogo, e tentou de todo jeito. No segundo tempo, Hugo Almeida desperdiçou duas chances, que resultaram em belas defesa do goleiro Rafael, novamente. E quando o Coelho estava totalmente no ataque e a partida quase no fim, o Cruzeiro liquidou a partida em uma jogada de contra ataque rápido, com gol de Arrascaeta. Fim de jogo e 2 a 0 para o Cruzeiro finalista. O campeonato como um tudo, foi proveitoso, já que Enderson pode preparar melhor o time para o Brasileirão sabendo das dificuldades da equipe e com a chegada de contratações. O América, no confronto geral da semifinal, teve um bom desempenho e mereceu a classificação, mas a ineficiência do ataque e a desatenção da defesa em alguns momentos, selaram a desclassificação do time. O técnico Enderson Moreira terá muito o que acertar para a estreia na série B, que será 20 dias após a desclassificação no Mineiro, que deixou boa impressão e nos mostra que poderemos fazer um campeonato consistente. Já que o ataque ativo no Campeonato Mineiro, não justificou muito bem a titularidade, o América acertou com uma dupla de peso para o ataque que disputará a série B, Bill ex-Figueirense e com boas passagens por Botafogo e Ceará e Luan ex Red Bull, que se destacou pelo Cruzeiro e Palmeiras. O América também já confirmou o volante Willian do Fluminense, o meia Ruy do Coritiba que já estreou, o atacante Hugo Cabral do Audax, e ainda negocia com os laterais Norberto e Giovanni e o zagueiro Lima. Boas contratações que chegam e podem agregar muito para um elenco, que tem a obrigação de fazer uma bela campanha em busca do acesso e, quem sabe, o título. O nosso Coelhão também anunciou na manhã de hoje algumas mudanças na marca, como revitalização do símbolo, bandeiras, logo do programa dos associados e etc. Um projeto de marketing da diretoria, em busca de visão e modernização do time, sem perder a grande identificação tradicional que o clube possui. Na próxima sexta feira teremos a estreia do nosso América pela Campeonato Brasileiro da Série B, o jogo será realizado em Recife-PE, às 21h 30min. O Náutico passa por momentos delicados e jogará de portões fechados, esperamos uma vitória do nosso Glorioso Coelhão para começarmos bem! Pra cima deles!

Comentar com o facebook

Deixar Um Comentário

Na Coluna Glorioso Coelhão, leia “Campanha do Mineiro abre esperanças para o Brasileirão”2017-05-10T17:41:25-03:00

Send this to a friend