“Noite de Caldos” da APAE Ouro Preto-MG trará show com banda formada por músicos cegos, no dia 12 de julho

Além da banda Forró Cabra Cega, Tininha Gottschalk também se apresenta no tradicional evento da entidade que terá renda destinada à melhoria de sua infraestrutura.

Início » Cultura » “Noite de Caldos” da APAE Ouro Preto-MG trará show com banda formada por músicos cegos, no dia 12 de julho
Por João Paulo Silva Publicado em 04/07/2019, 11:25 - Atualizado em 04/07/2019, 23:51
Forró Cabra Cega se apresenta em Ipatinga (MG), 16 de junho de 2019. Crédito-Divulgação.

A APAE Ouro Preto realizará, no dia 12 de julho de 2019 (sexta-feira), a partir das 19h, sua tradicional “Noite de Caldos”. Com entrada franca, diversos tipos de caldos, uma ótima pedida para a noite de inverno, poderão ser degustados por apenas R$ 5 reais.

Toda a renda será destinada à própria entidade e será utilizada na infraestrutura da instituição. O evento contará também com duas apresentações musicais: Tininha Gottchalk e Banda Forró Cabra Cega, grupo belo-horizontino formado apenas por músicos cegos.

Atrações musicais

Banda Forró Cabra Cega e “A arte musical de quem não vê”-  Formado em janeiro de 2002, o Grupo Forró Cabra Cega (ex-Bão Dimais), traz uma característica ímpar no meio artístico: todos os músicos são cegos. São ex-alunos do Instituto São Rafael de Belo Horizonte, escola especializada para cegos que em 1997 formaram a banda.

Com ótima repercussão na capital mineira, compõe o grupo: Jerônimo Rocha, baixista, vocalista e diretor musical; Alessandra Madureira, triangueira e vocalista; Paulino Dias Guimarães, vocalista e percussionista; Leo Batera, zabumbeiro e baterista; Zé Maria no violão, Altas Felipe nas flautas e Jeanderson no acordeon.

Criado despretensiosamente, nestes 16 anos de existência, o grupo conta com mais de cento e cinquenta shows em casas noturnas, escolas públicas, particulares e instituições filantrópicas.

Bagagem musical

O grupo já se apresentou em diversos eventos culturais como:“Arte Sem Barreiras” (FUNARTE), em agosto de 2007; Os 15 anos da APAE de Maria da Fé (MG); Festa de Natal da MAHLE em Itajubá, em 2007; Mostra Albertina Brasil, na cidade de João Pessoa em novembro de 2009; Coordenadoria de Apoio e Assistência à Pessoa com Deficiência de Belo Horizonte e participação do Projeto” Muda Brasil”, nas cidades de Zurique e Berna na Suíça, em abril 2007.

Entre 2008 a 2012, o grupo se apresentou diversas vezes na casa noturna Cooperativa Brasil, em São Paulo e ainda se apresentaram em 1999 na Funarte, no Rio de Janeiro.

Recentemente, o grupo se apresentou no Forró do Santê, festa tradicional do bairro de Santa Tereza, em 2017; A Banda Forró Cabra Cega também participou do evento da Associação Mineira de Paraplégicos (AMP) em 2016 e no Festival de Inverno de Itabira, em 2014.

Prêmios

A banda recebeu o prêmio “Nada Sobre Nós Sem Nós”, do Ministério da Cultura, em 2011 e Certificado de Honra ao Mérito da Câmara de vereadores de Belo Horizonte, em 2016. É com essa bagagem que o Grupo Forró Cabra Cega, já está sendo considerado uma das melhores bandas de forró, pois alia ao seu maior diferencial, a deficiência visual, a uma linha melódica apurada e arranjos próprios.

Formato e repertório

Show festivo com o melhor do forró tradicional e uma formação que vai além do forró pé de serra tradicional, o grupo não é traz a formação clássica de sanfona, zabumba e triângulo. Sua instrumentação conta com o auxílio de baixo, bateria, violões e flauta, aliado a três vozes de frente. O resultado são arranjos elaborados, com riqueza de timbres.

No repertório, clássicos do cancioneiro dos amantes de forró, que vão desde pérolas do rei Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Anastácia, Trio Forrozão, Trio Virgulino, Alceu Valença, Fagner, Zé Ramalho, releituras de artistas mineiros como Paulinho Pedra Azul, entre outros.

Tininha Gottschalk – canta e toca violão. Seu estilo musical eclético abrange vários gêneros brasileiros, além de algumas músicas internacionais famosas das décadas de 80 e 90. Tininha optou por um estilo mais diversificado para agradar a todos os gostos e ouvidos. Seu repertório inclui também os sucessos do sertanejo atual, clássicos da MPB, como por exemplo, músicas de grandes intérpretes da música brasileira como Djavan, Cassia Eller, dentre outros. Inclui forró e arrasta pé para que os amantes da dança não fiquem parados.

Sobre a APAE

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais nasceu em 1954, no Rio de Janeiro. Caracteriza-se por ser uma organização social, cujo objetivo principal é promover a atenção integral à pessoa com deficiência intelectual e múltipla. A Rede Apae destaca-se por seu pioneirismo e capilaridade, estando presente em mais de 2 mil municípios em todo o território nacional.

Hoje, no Brasil, essa mobilização social presta serviços de educação, saúde e assistência social a quem deles necessita, constituindo uma rede de promoção e defesa de direitos das pessoas com deficiência intelectual e múltipla, que hoje conta com cerca de 250 mil pessoas com estes tipos de deficiência.

Serviços

Tradicional Noite de Caldos da APAE Ouro Preto-MG
Onde: Sede da Entidade
Endereço: R. João Pedro da Silva, 155 – Bauxita, Ouro Preto – MG
Quando: Dia 12 de julho, a partir das 19h
Contato: (31) 3551-5699
Entrada franca e porções de caldos a R$5 cada

 

Foto-Arte reprodução. Crédito-APAE Ouro Preto-MG.

Comentar com o facebook

Deixar Um Comentário

“Noite de Caldos” da APAE Ouro Preto-MG trará show com banda formada por músicos cegos, no dia 12 de julho2019-07-04T23:51:08-03:00

Send this to a friend