Bicentenário da “Imperial Cidade de Ouro Preto” é lembrado com lançamento de selo pela Prefeitura

Título foi concedido pelo imperador Dom Pedro I, em 1823

Home » Bicentenário da “Imperial Cidade de Ouro Preto” é lembrado com lançamento de selo pela Prefeitura
Por JornalVozAtiva.com Publicado em 28/09/2022, 18:03 - Atualizado em 28/09/2022, 18:04
Foto – Reprodução. Crédito – Patrick de Araújo Siga no Google News

A Prefeitura de Ouro Preto, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, lançou na manhã desta terça-feira, dia 27, em coletiva de imprensa, o selo “Bicentenário da Imperial Cidade de Ouro Preto - 1823-2023”, em comemoração ao título concedido por Dom Pedro I, o evento aconteceu na Casa de Gonzaga. Na oportunidade, as autoridades presentes falaram sobre a importância do turismo em Ouro Preto e foi anunciada uma ação conjunta entre a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e a Secretaria Municipal Desenvolvimento Econômico, Inovação e Tecnologia: uma capacitação para os agentes do setor, da sede e distritos, sobre turismo rural e ecológico.

A coletiva de imprensa contou com a presença do Prefeito, Angelo Oswaldo, do Secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Tecnologia, Felipe Guerra, da Secretária de Cultura e Turismo, Margareth Monteiro, dos veículos de imprensa do município, servidores e convidados. O selo será usado nas peças publicitárias promovidas pela Prefeitura de Ouro Preto no ano que vem, em que a cidade planeja uma série de comemorações para celebrar a data, inclusive o “Bicentenário da Imperial Cidade de Ouro Preto” será o tema do Carnaval 2023.

“O selo será um registro da identidade de todo material promocional que irá circular em Ouro Preto, no Brasil e no mundo, é uma forma de registrar mais uma data importante que faz parte da memória de Ouro Preto”, destacou a Secretária de Cultura e Turismo, Margareth Monteiro.

Além do lançamento do selo que comemora a importância de Ouro Preto na história do Brasil, o prefeito Angelo Oswaldo recebeu o Colar do Mérito “Pedro, O Libertador”, condecoração cedida pelo Conselho de Minerva, entidade criada por Associações e Antigos Alunos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), representada na ocasião pelo diretor da Escola de Minas da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), o professor José Alberto Naves Cocota Júnior, em comemoração aos 200 anos da Independência do Brasil.

Ouro Preto foi a única Cidade de Minas Gerais a receber a comenda. O prefeito Angelo Oswaldo, doou a medalha ao Arquivo Público Municipal para compor o acervo de preservação do município. “Essa medalha é um marco para enfatizar a importância histórica de Ouro Preto, a importância cultural de Ouro preto na construção da independência do Brasil e da identidade cultural do nosso país”, destacou o prefeito.

Também na ocasião, a Secretaria de Cultura e Turismo, Margareth Monteiro, em comemoração ao Dia Mundial do Turismo, anunciou uma ação conjunta entre a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e a Secretaria Municipal Desenvolvimento Econômico, Inovação e Tecnologia: uma capacitação para os agentes de turismo de Ouro Preto, da sede e distritos, sobre turismo rural e ecológico.

A ideia da capacitação é valorizar e fomentar o turismo rural e ecológico em Ouro Preto, principalmente nos distritos, que são ricos em atrativos naturais, como trilhas e cachoeiras. Além do ecoturismo, a prefeitura irá “relançar” o mapa de roteiro dos distritos em que visitantes e moradores terão acesso a rotas para exploração dos 12 distritos que compõem o município. A ação é importante devido a relevância da atividade turística na cidade. Segundo o prefeito, “atualmente, o setor de turismo é a atividade econômica que mais emprega em Ouro Preto”, por essa razão o turismo tem sido o foco de retomada das atividades na cidade no momento de pós pandemia.

Deixar Um Comentário