6ª Reunião da Câmara de Ouro Preto 2024
Clique play e assista

Orquestra SESIMINAS encerra temporada da série “Música no Museu” com homenagem a brasileiros

Última apresentação no SESI Museu de Artes e Ofícios é dedicada a obras de Edino Krieger e César Guerra-Peixe e marca o sucesso da série; entrada é gratuita e sujeita a lotação.

Home » Orquestra SESIMINAS encerra temporada da série “Música no Museu” com homenagem a brasileiros
Por JornalVozAtiva.com Publicado em 30/11/2023, 09:44 - Atualizado em 30/11/2023, 09:44
Foto — Reprodução. Crédito — Andreia Bueno. Siga no Google News

Celebrando a repercussão da nova série "Música no Museu", a Orquestra SESIMINAS encerra a primeira temporada do projeto com um concerto especial em homenagem a Edino Krieger (1928-2022) e César Guerra-Peixe (1914-1993), dois dos principais compositores eruditos brasileiros. A apresentação acontece nesta quinta-feira, 30 de novembro, às 19h, no SESI Museu de Artes e Ofícios (MAO), na Praça da Estação, casa oficial da nova série da Orquestra. A entrada é gratuita, sujeita à lotação do espaço.

A série "Música no Museu", realizada sempre no saguão ou nos jardins do SESI Museu de Artes e Ofícios, é uma oportunidade para o público ter contato mais próximo com os músicos da Orquestra SESIMINAS, enquanto vivenciam a música clássica em um ambiente diferente. “Na última apresentação desta série no ano, vamos fazer obras lindas de dois grandes compositores nacionais. É especial estar nesse ambiente acolhedor do Museu, onde o público pode ficar ao redor da orquestra e consegue ver os músicos bem de perto. É uma experiência única”, diz o maestro Felipe Magalhães, regente da Orquestra SESIMINAS.

Para o último programa do ano, serão apresentadas duas obras do compositor catarinense Edino Krieger: “Suíte para Orquestra de Cordas” (1954) e “Divertimento para Orquestra de Cordas” (1959) — esta última, munida de originalidade ímpar, ao ter entre suas influências elementos do jazz, da seresta, da valsa e do frevo, que lhe renderam o título de melhor composição no primeiro Concurso Nacional de Composição do Ministério da Educação, em 1959. Krieger ficou conhecido no país por fundir sistemas modais em suas criações, misturando de cantos gregorianos a músicas indígenas com muita facilidade, e por ter sido fundador da Orquestra Sinfônica Nacional, em 1961.

A noite ainda contará com outras duas obras interpretadas pela Orquestra SESIMINAS, ambas composições de César Guerra-Peixe: “Petrópolis da Minha Infância” (1976), homenagem às primeiras memórias do músico de sua cidade natal; e “Mourão” (1954), obra inspirada no som e no folclore das rabecas nordestinas — instrumento de arco precursor do violino. A peça é considerada o hino do Movimento Armorial, que nos anos 1970 ocupou diferentes linguagens artísticas, como a música, a literatura, a dança, o cinema e as artes plásticas, propondo criar arte erudita a partir de referências da cultura popular.

Para o maestro Felipe Magalhães, o concerto é uma oportunidade de reverenciar a criatividade de dois dos principais compositores da música clássica nacional e aprender mais sobre as raízes e referências da música erudita no Brasil. “O Edino Krieger faleceu no ano passado, aos 94 anos. Estamos fazendo uma homenagem à marca de um ano de sua despedida, como forma de manter sua obra viva. No caso do Guerra-Peixe, neste ano chegamos aos 30 anos de sua morte. Então, unimos as homenagens a dois compositores muito importantes para a música erudita brasileira. São dois discípulos de Hans-Joachim Koellreutter, alemão radicado no Brasil e que trouxe para o país a vertente da música dodecafônica, que foge ao sistema tradicional mais conhecido do público, e é um marco para a criatividade na história da música”, explica o maestro.

"Música no Museu"

Além de oferecer um formato diferente e intimista, no qual a plateia assiste aos concertos ao redor dos músicos, dentro do SESI Museu de Artes e Ofícios, a série "Música no Museu" se dedica a reverenciar a obra de compositores da música brasileira e internacional. Os concertos são sempre gratuitos e limitados a 80 pessoas por apresentação — capacidade máxima de público para o Museu. No programa deste ano, além das homenagens a Edino Krieger e Guerra-Peixe, a Orquestra SESIMINAS também realizou uma homenagem a Ernesto Nazareth e uma Noite de Serenata.

SERVIÇO | SESI CULTURA MG

"Música no Museu": Orquestra SESIMINAS interpreta Edino Krieger e Guerra Peixe
Onde. SESI Museu de Artes e Ofícios (Praça Rui Barbosa, 600 - Centro)
Quando. Quinta-feira, 30 de novembro, às 19h
Quanto. Entrada gratuita, sujeita à lotação do espaço

Deixar Um Comentário