Ao vivo - 28ª Reunião Ordinária de 2022 da Câmara de Ouro Preto
Clique play a assista

Fundação Aleijadinho oferece aulas gratuitas de escalada

Parceria com a Associação Natividade deu início ao projeto Jovens Olímpicos. Saiba mais!

Home » Fundação Aleijadinho oferece aulas gratuitas de escalada
Por João Paulo Silva Publicado em 07/10/2021, 11:28 - Atualizado em 07/10/2021, 16:04
parede de escalada na Fundação Aleijadinho
Foto – Parede de escalada na Fundação Aleijadinho. Crédito – Tino Ansaloni/JVA. Siga no Google News

As montanhas que cercam a histórica cidade de Ouro Preto são um convite para a prática da escalada, por isso que a antiga capital de Minas Gerais foi escolhida para ser palco das oficinas esportiva do projeto Jovens Olímpicos da Associação Natividade.

Uma parede artificial de escalada foi montada na sede da Fundação Aleijadinho, mesclando uma via de subida com 5m de altura e outra de deslocamento em cavernas, também conhecida como boulder. Essa infraestrutura é a etapa de iniciação que prepara o grupo de jovens para uma expedição nos parques da região e uma escalada em meio a natureza.

Clique aqui e confira a Live do Jornal Voz Ativa direto da parede de escalada na Fundação Aleijadinho

O responsável técnico da Fundação Aleijadinho, Carlos Simões, comentou a parceria com a Associação Natividade. “É um projeto muito bem-vindo e aprovado pela Lei Federal de Incentivo ao Esporte. A Fundação sempre busca apoiar atividades desenvolvidas para a criança e ao adolescente, seja na área esportiva, cultural e de saúde. A escalada é um esporte que se tornou oficialmente olímpico em 2021”.

O professor Vitor Fagundes explica que a escalada é um esporte que vem se fortalecendo no país, principalmente nos últimos 20 anos, mas que a prática vai muito além de escalar paredes. “Repassamos para as crianças a importância da consciência ambiental, quando elas forem fazer uma visita em alguma rocha, por exemplo. Além disso, elas aprendem a desenvolver consciência corporal, ou seja, aprendem a se movimentar de forma mais consciente”.

Laura Andrade, 11 anos, é moradora do bairro Bauxita e uma das alunas do projeto. Ela conta que já praticava judô na Fundação Aleijadinho, mas teve que parar por causa da pandemia. “Então surgiu a oportunidade de fazer a escalada e eu vim. Estou gostando muito”.

A instrutora Patrícia Alecrim ressaltou que os alunos chegam muito motivados para a prática do esporte que ainda é uma novidade para a maioria deles. “Com o tempo, criamos uma conexão com essas crianças. Isso é muito importante, porque ao longo do processo vamos mostrando outros caminhos. Não é apenas sobre escalar uma parede, há muita coisa envolvida, é principalmente sobre resolver e superar problemas”.

Foto - Parede de escalada na Fundação Aleijadinho. Crédito - Tino Ansaloni/JVA.

Para mais informações como vagas, horários e atuação em Ouro Preto, acesse o site da Associação Natividade ou a página da Fundação Aleijadinho

Deixar Um Comentário